sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Majori Nascimento a caminho de Harvard


Majori Nascimento, 16 anos, é uma estudante do 2º Ano do Ensino Médio, na EE Dr Miguel Vicente Cury, Vila Padre Anchieta, distrito de Nova Aparecida, já o ensino fundamental foi inteiramente realizado aqui, na EEI Dr João Alves dos Santos, nove anos da sua formação básica. Sempre foi uma aluna aplicada e participativa, com um excelente desempenho, e juntamente, com um grupo de outros seis alunos, Majori foi indicada para participar de programas educativos desenvolvidos pela Fundação Educar. Uma das etapas do projeto incentivava os adolescentes realizarem uma intervenção que pudesse provocar algum tipo mudança em suas respectivas escolas. No segundo semestre de 2014, Majori e os outros adolescentes realizaram a revitalização de um ambiente na escola, com a remoção de sucatas, limpeza, pintura, enfim, transformaram um espaço subutilizado em uma opção de aprendizagem, esse novo local foi rebatizado de “Oásis”, hoje em dia, abriga as atividades do novo Projeto Horta da escola.

No começo de 2015 Majori Nascimento começou elaborar uma ação mais consistente e duradoura voltada para as escolas públicas de Campinas. Criou um projeto de Leitura e Contar Histórias para alunos dos ciclos I e II, do ensino fundamental, objetivo do projeto é criar uma forma lúdica que incentive as crianças a prática da leitura de histórias infantis. Até o momento, o projeto de Majori já percorreu 12 escolas públicas de Campinas, interagindo com mais de 70 professores e mais de 3.000 alunos. Majori utiliza recursos de diferentes linguagens como a tradição oral, circo e teatro, aliado a instrumentos musicais para envolver as crianças. Em todas as escolas visitadas pela Majori, o projeto de Leitura e Contar Histórias vêm recebendo uma ótima recepção e colhendo vários elogios.

A iniciativa chamou atenção de estudantes brasileiros na Universidade de Harvard, localizada na cidade de Cambridge, estado de Massachusetts, Estados Unidos. Desta forma, o trabalho da Majori, começou ser acompanhado à distância pelos universitários transformados em seus mentores. Entre dez projetos desenvolvidos no Brasil por estudantes de educação básica, o projeto Contar História foi selecionado para representar o país e a Majori deverá apresentar a sua experiência no Seminário que será realizado em Harvard na segunda quinzena do mês de abril de 2017.

Majori teve a iniciativa de criar uma campanha na internet visando arrecadar os recursos necessários para viabilizar a viagem aos Estados Unidos, alcançando uma grande repercussão na mídia de Campinas, possibilitando a estudante alcançar a meta estabelecida. A maior parte dos recursos deverá custear a passagem de avião e suas despesas em solo americano, além disso, os custos referentes ao visto de entrada nos Estados Unidos, o passaporte e demais documentos.

Enquanto isso, Majori Nascimento continua visitando escolas, levando seu projeto de leitura, com apoio da Secretaria Municipal de Educação e da Fundação Educar, frequentando as aulas no ensino médio e aprimorando seu aprendizado do idioma inglês para fazer bonito em Harvard.

Majori revela que após concluir o ensino médio pretende fazer pedagogia ou alguma licenciatura para seguir a carreira de professora de educação básica.




quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Chama Olímpica nos ciclos I e II



Quarta-feira, 17 de agosto de 2016.


Durante o cerimonial semanal para o canto e a vivência do hino e dos símbolos nacionais, a professora Vera junto com os professores dos 3os, 4os e 5os anos, dos ciclos I e II, apresentaram alguns de seus trabalhos sobre os símbolos Olímpicos. Prestaram uma homenagem a estes momentos de consagração que vivemos com a realização da XXXI edição dos Jogos Olímpicos da era moderna.

Ressaltaram os significados dos anéis Olímpicos e da chama e tocha olímpica, e o revezamento que percorreu todo o Brasil até chegar a cidade sede, o Rio de Janeiro, onde permanece acessa durante a realização deste magnífico evento esportivo.

Celebramos a disposição e a esperança de uma convivência cada vez mais fraterna, respeitosa e pacífica entre os povos de todo o mundo, ainda que hajam diferenças ou concorrências, como coloca também o espírito olímpico.

Abrilhantando ainda mais o momento, receberam a visita do participante do revezamento da Tocha Olímpica, Roberto Tezzin, que trouxe a tocha olímpica original utilizada por ele durante a passagem da chama olímpica pela cidade de Tatuí - SP, para apresentá-la aos alunos.

Já nossos alunos trouxeram réplicas confeccionadas por eles durante as aulas.  Roberto descreveu aos presentes as emoções que sentiu pela oportunidade de participar do revezamento e sua história pessoal de descoberta dos benefícios da prática de atividades físicas para o aprimoramento de sua saúde, expressos através da carta entregue ao comitê olímpico organizador, a qual contribuiu para a sua escolha para a participação nesse momento tão importante e histórico ao representar a todos nós, brasileiros.















sábado, 13 de agosto de 2016

Quadrinha esportiva recebe novas pinturas



Sábado, 13 de agosto de 2016



Em mais uma etapa do calendário de reposição de aulas, professores e alunos, realizaram mais uma etapa das ações de revitalização da quadrinha esportiva, espaço que vem sendo muito utilizado pelas oficinas projeto Hora do Almoço bem como pelas aulas de educação física, foram realizadas pinturas decorativas das escadas laterais, bem como a extensão da pintura do prolongamento da quadrinha. O trabalho foi orientado e conduzido pelos professores João, Fernanda (Arte) e Wolney (História). O espaço ficou mais bonito e agradável, parabéns pela iniciativa e a todos os alunos que participaram do trabalho.











quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Projeto Leituras da Cidade na EJA




EJA JOÃO ALVES REALIZA TOUR POR CAMPINAS COM O PROJETO “LEITURAS DA CIDADE”

Quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Educandos e educadores da EJA João Alves realizaram um tour pela cidade de Campinas, com o objetivo de conhecer os principais pontos históricos do município.

A atividade integra o projeto “Leituras da Cidade”, coordenado pelas professoras Ademilde, professora de Ciências e Rose, de Arte e com a colaboração de Fernando, de Geografia, Karina, de Português, Vespasiano, de História, Izabele, de Educação Física, Carolina, de Educação Especial, Waldileia, de Inglês e Carlos, de Matemática.

Os educandos, guiados pelos professores e por José Luiz (orientador pedagógico) tiveram a oportunidade de visitar e saber mais sobre os seguintes monumentos/pontos históricos: Cemitério da Saudade e Monumento Voluntários de 32 (Praça Voluntários de 32), Estátua da Mãe Preta (Largo São Benedito), Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Conceição (Praça José Bonifácio/13 de maio), Basílica Nossa Senhora do Carmo (Rua Dr. Quirino), Praça Bento Quirino, onde fica a estátua de Carlos Gomes, de Bento Quirino e o marco zero da cidade, Estação Cultura Prefeito Antônio da Costa Santos (Praça Mal. Floriano Peixoto) e o Túnel de Pedestre da Fepasa (Vila Industrial).


Além de conhecer a história, geografia e arquitetura da cidade, durante o tour, educandos e educadores puderam observar melhor como funciona a vida noturna da cidade e conhecer um pouco dos habitantes campineiros ou migrantes e seu modo de vida. Este foi o primeiro tour do semestre e o segundo deste ano letivo. Articulado ao tour, os alunos registraram fotos com suas câmeras e posteriormente, em sala, escreveram textos sobre o estudo do meio.





Fotos: Robinson Luiz Bolsoni.(Aluno da EJA)

sábado, 6 de agosto de 2016

Alunos e professores realizam revitalização de quadra esportiva



Sábado, 6 de agosto de 2016



Em pleno sábado, mais um dia de reposição de aulas, alunos e professores promoveram a revitalização da quadrinha esportiva, anexa ao ginásio de esportes que é utilizada nas aulas de educação física e no recreio dirigido. A quadrinha recebeu uma nova camada de pintura do piso e das linhas das demarcações, além da quadrinha, os tabuleiros das mesas da Praça Entre Árvores, também receberam nova camada de tinta. A iniciativa foi articulada entre os professores Wolney, Bia e Glória. O Projeto do Recreio Dirigido visa oferecer uma série de atividades recreativas (tênis de mesa, dama, xadrez, futebol de botão, vôlei, crochê, mini futebol entre outros), contribuindo com as ações que visam humanizar o horário, estreitando as relações de solidariedade e companheirismo entre os alunos. 







terça-feira, 2 de agosto de 2016

Majori Nascimento e o projeto de leitura


Majori Nascimento estudou aqui na EEI Dr João Alves dos Santos até o ano de 2014 quando concluiu seus estudos no ensino fundamental. Quando estava cursando o 9º Ano, Nascimento participou de diferentes oficinas do Programa Educar, que ajudaram aperfeiçoar o desenvolvimento do seu espirito inventivo e inovador, para focar algumas ações de melhoria da escola e da educação pública. Ainda em 2014, Majori juntamente com outros estudantes promoveram a revitalização do espaço Oásis, onde hoje se encontra a nova horta da escola. Desde ano passado, nossa ex-aluna criou e desenvolveu um projeto de incentivo à leitura, voltado para alunos dos anos iniciais do ensino fundamental, começou contar e dramatizar histórias. O projeto já percorreu dezenas de escolas públicas do município de Campinas. Nesse momento, Majori desencadeou uma campanha para arrecadar fundos para que possa concretizar um novo sonho, viajar para os Estados Unidos, levando sua experiência para ser conhecida na conceituada universidade norte-americana de Harvard. Majori foi destaque de reportagens no jornal Correio Popular e na rádio CBN, além de matérias na programação das TVs locais. Confira os links abaixo:












sexta-feira, 8 de julho de 2016

Arraial Juliano da EJA


Arraial Juliano da EJA 

 Na noite de sexta-feira, dia 8 de Julho, a comunidade escolar da EJA - Educação de Jovens e Adultos - realizou a sua tradicional Festa Julina. Funcionários, professores, alunos e familiares curtiram uma Festa muito acolhedora. Além das comidas, bebidas, brincadeiras, músicas e danças típicas, o Arraial da EJA contou mais uma vez, com o Grande Bingo, que distribuiu diversas prendas para vários felizardos. A Festa foi organizada pela equipe do período noturno. Na cozinha, as donas Maria do Carmo e Isabel, na cabine de som, o Vespa, na articulação geral, a Karina e o José Luiz, com apoio dos funcionários Lêdo e Renato. O objetivo do Arraial do EJA é preservar e renovar entre a comunidade escolar uma das mais tradicionais manifestações da cultura brasileira.











quarta-feira, 29 de junho de 2016

Professora Denilda Altem é homenageada pelos alunos


Hoje, dia 29 de junho foi o último dia de trabalho da professora de geografia Denilda Altem, após 25 anos de magistério e 14 anos lecionando na Escola João Alves dos Santos, a professora Deni alcançou a merecida aposentadoria. Em sua trajetória docente, Denilda integrou importantes  projetos na rede municipal de ensino de Campinas, como: Ciência na Escola, GeoAtlas/Embrapa, PESCO, participando ainda, ativamente na concepção e execução das principais ações pedagógicas da nossa escola. Em 2015 foi a coordenadora do projeto Circuito dos Saberes.

Reconhecida e admirada por toda comunidade escolar, a professora Deni recebeu nesta quarta-feira a homenagem dos alunos do ciclo IV, principalmente dos alunos dos 9os Anos A, B, C e do 8o Ano C que deixaram a mensagem escrita pela aluna Dafny

Nós do 8C, gostaríamos de agradecer pela paciência, cautela, capricho, amor e até pelas broncas que levamos, pois com elas evoluímos. Aprendemos além da Geografia a sermos pessoas melhores, responsáveis e inteligentes...

Gostaríamos de desabafar também que sentiremos sua falta. E agradecer por você ter escolhido essa profissão que, convenhamos é bem difícil, e é preciso coragem e força de vontade todos os dias.

Só seremos melhores porque pessoas especiais como você nos ensinam ...

Obrigada pelo carinho, amor, aprendizagem e educação para a vida.

Dafny – 8o Ano C